“É um trabalho que eu realizo com a maior alegria”, diz a fisioterapeuta Sirleide Franco

“É um trabalho que eu realizo com a maior alegria”, diz a fisioterapeuta Sirleide Franco.

A unidade de fisioterapia da Prefeitura de Capinópolis se localiza na Avenida 101, na Unidade Mista de Atendimento, servindo a toda a comunidade gratuitamente.

fisioterapiaA Fisioterapeuta Sirleide Franco concedeu entrevista a nossa reportagem quando destacou a importância do trabalho oferecido à comunidade.

“Acho que o trabalho da fisioterapia é muito bom, nós somos três fisioterapeutas, tem o período da manhã, que está a cargo da Morgana, e o período da tarde, que sou eu, Sirleide, e a Valéria. No período da manhã é especificamente para os cadeirantes, onde tem a Van, cujo motorista é o Dedé, que faz o transporte dos pacientes, que após o tratamento são levados de volta, enquanto que no período da tarde são aqueles que, ou a família traz ou eles vêm caminhando sozinhos, não há a necessidade de transporte. Nós estamos aqui, praticamente a gente nem fecha a unidade de fisioterapia, porque a Morgana está das 7h às 13h, enquanto que eu entro ao meio dia, indo até às 18h, então em todo o momento que você chegar aqui no setor de fisioterapia tem alguém à disposição, seja a secretária, que é a Suely, ou sejamos nós, fisioterapeutas no atendimento. E o dia de avaliação mesmo de fisioterapia é em toda sexta-feira, no período da manhã ou da tarde a gente avalia os pacientes que já foram agendados e no decorrer da semana, que é de segunda-feira a quinta-feira acontece o atendimento. Todos os que vêm a nós, procuramos atender da melhor forma possível”.

Pergunta: Para que a pessoa comece a fazer fisioterapia é feito um encaminhamento médico?

Sirleide: Isso. A pessoa procura o médico ortopedista, ou a Unidade Mista em que ela é cadastrada e o ortopedista ou o médico do PSF vai passar o encaminhamento para a fisioterapia, mediante o qual o paciente vem até nós, na Unidade Mista de Saúde e a gente agenda para a avaliação, após a qual e traçado um tratamento fisioterápico, que então é iniciado. Na maioria das vezes os médicos passam 10 sessões, mas se houver uma maior necessidade são passadas mais sessões, que podem ser de 15, 20 ou 30, dependendo da patologia, ou seja, da doença que o paciente tem.

Pergunta: Como você vê a realização desse trabalho como formação pessoal, como pessoa?

Sirleide: Sou apaixonada pela minha profissão, eu amo o que faço e quando vejo o resultado do que a gente faz, sendo um resultado positivo, é maravilhoso, é uma sensação que você fez alguma coisa de bem para alguém ter uma melhor qualidade de vida. A gente tem que fazer o que ama, doar da melhor forma possível para alguém que precisa do seu trabalho, então eu sou feliz na minha profissão.

 

Presidente do Consep convida a comunidade a participar de chapa de nova diretoria

Presidente do Consep convida a comunidade a participar de chapa de nova diretoria

 

A presidente do Consep – Conselho de Segurança Pública de Capinópolis, Dra. Iana Balduino, e todos os membros da atual diretoria têm realizado um trabalho ímpar em parceria com o Tribunal de Justiça conseguindo recursos para reformar prédio da delegacia de Polícia, e o destacamento da PM, entre outros trabalhos, no entanto, o mandato termina nesses dias, sendo necessári a eleição de uma nova diretoria. 

consepA Dra. Iana Balduino falou a nossa reportagem sobre a eleição e o trabalho do Consep.

“Com a abertura do edital, que já foi publicado e está dentro do prazo, quem tiver interesse em participar da diretoria, que é composta pelos Conselhos Deliberativo e Fiscal, basta procurar a Anelize, no Fórum, para cadastrar as diretorias, e quem tiver mais algum interesse é só me procurar no meu escritório, que fica situado na Avenida 111, nº 400, e as nossas reuniões são realizadas nas primeiras terças-feiras de cada mês”.

Pergunta: Temos acompanhado você, como presidente, e o Jaisson, como vice presidente e a atual diretoria do Consep estão realizando um trabalho exemplar. Há possibilidade de vocês continuarem formando uma nova diretoria?

Iana Balduino: Há sim, porém, a gente quer novos nomes, novas caras no Consep para mostrar para a sociedade que é possível através de uma entidade fazer um trabalho produtivo e efetivo para a sociedade, contudo, nós precisamos de gente para aprender esse trabalho, como funciona, porque é muito prazeroso, apesar de ser um trabalho social e eu convido a todos a fazer parte também da nossa diretoria, que também vai ser composta por uma chapa.

Pergunta: Teria como você citar quais os principais trabalhos realizados nessa gestão?

Iana: Nós temos em funcionamento por dois anos consecutivos a Escolinha de Futebol do Consep, que é realizada junto com a parceria com o Tribunal de Minas, a reforma da Cadeia Pública, a reforma do Pelotão da PM, a compra de duas  Palio Weekend para a PM, uma moto, fora as manutenções que são dadas, tanto para a Polícia Civil, quanto para a Polícia Militar, e essas crianças de risco, de 9 a 13 anos, que são o nosso principal objetivo, num trabalho muito bonito junto com as escolas municipais.

Pergunta: Enquanto cidadã, como você vê a importância do Consep para a segurança pública da comunidade?

Iana: É um trabalho preventivo, pois a gente sabe que o estado não dá conta de arcar com tudo sozinho e através da entidade a gente consegue arrecadar verbas, dinheiro de vários meios, e através de uma contabilidade efetiva, que é feita pela nossa tesoureira, Maria Lenice, de aplicações em contas em bancos para tentar fazer com que esse dinheiro renda e dê o suporte que as polícias civil e militar tanto precisam para combater a criminalidade na nossa cidade e proporcionar um bem estar para os nossos policiais.

Pergunta: Qual a importância do Dr. Thales e da Dra. Maria Carolina para o sucesso da diretoria do Consep?

Iana: Os dois são a peça chave da nossa diretoria, é uma parceria que está dando certo e que a gente torce para que eles permaneçam por muitos e muitos anos na nossa Comarca, pois sem eles nada disso teria o objetivo que teve, tendo em vista que o dinheiro que é reaplicado no Conselho, através de TACs ambientais, através dessa conta única do tribunal, que são aqueles crimes de pequeno porte, que o pessoal tem o hábito de dizer que é cesta básica que se paga no Fórum, mas não é. Na verdade é uma multa pecuniária que é revertida para essa conta e que é aberto um edital e a gente realiza esses projetos, e ele analisa com muita aptidão, muita clareza e muita assertividade destinando isso para o Consep, e a fiscalização dos dois é muito efetiva, nós somos muito cobrados, mas é muito prazeroso ver isso tudo ser realizado e sem eles nada disso seria possível.

 

Prefeitura realiza o transporte dos alunos do IFTM

Prefeitura realiza o transporte dos alunos do IFTM

transporte IFTMAconteceu na manhã de sexta-feira, dia 27, no salão ‘João Felippe’, uma reunião do prefeito Cleidimar Zanotto, a secretária de educação e cultura, Iracilda Duarte, os vereadores Nilda, Suely Pricinoti, Joãozinho e Cido do Amarelinho com os pais dos alunos do IFTM – Instituto Federal do Triângulo Mineiro a fim de discutir sobre o transporte dos estudantes em 2017.

“Nós estamos aqui cheios de esperança porque pela primeira vez temos uma luz no final do túnel, onde a Prefeitura nos garante o transporte escolar. Estamos sim, prontos para ser parceiros do município para que não onere muito com mais essa despesa”, disse Eva Aparecida, mãe do estudante Vitor Hugo, do 2º ano de técnico em eletrotécnica.

Na reunião, o prefeito colocou a situação do município, mas deu a boa notícia de que nos próximos dias estará chegando um ônibus que conseguiu graças ao apoio do deputado Tenente Lúcio para ajudar no transporte dos estudantes do IFTM, no entanto, o prefeito disse que será necessário uma contrapartida dos pais, com um valor mensal para ajudar nas despesas desse transporte. Lembrou ainda que o ônibus só transporta 42 alunos, sendo necessário a colocação de uma vã ou micro ônibus para garantir o transporte de todos.

“Foi uma reunião muito proveitosa onde nós conversamos abertamente com os pais e todos se mostraram solidários de forma que vamos ajudá-los e eles por sua vez também vão nos ajudar.

Os vereadores presentes mostraram-se solidários tanto aos alunos quanto ao município, colocando-se á disposição para aprovação a matéria tão logo chegue à Câmara, onde deverá ser discutido, inclusive o valor da contribuição mensal dos pais. 

“Nós passamos um 2016 muito difícil, acompanhando todas as reuniões na Câmara, mas agora estamos bastante otimistas acreditando que tudo dará certo”, disse Eva Aparecida. 

botao acesso informacao

previdencia

vtn